quarta-feira, 14 de outubro de 2009

E aquela carência sem fim voltou, e voltou com mais intensidade.
Ás vezes consigo deixar isso de lado, finjo esquecer o quanto eu me sinto só e o quanto eu quero ter alguém do meu lado.
Mas quanto mais eu tento esquecer, mais essa carência piora, e cada vez que passa e logo volta me convenço que isso nunca vai ter um fim.
Sozinha, trancada dentro do meu quarto, me confortando com músicas. Ás vezes quando estou só sinto que a música é a melhor amiga que alguém pode ter.
Ela não mente, não te faz mal, não conta seus segredos. A única coisa que ela pode fazer ás vezes é fazer você derramar agumas lágrimas. Mas até que isso não é ruim, chorar faz bem, alivia um pouco a dor de não ter alguém aqui comigo.


m.

Nenhum comentário:

Postar um comentário