quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Não é muito fácil pra mim perceber o quanto estamos distantes um do outro, é incrível o poder do tempo e é incrível como as coisas mudam em apenas pouco mais de um mês.
Eu tenho tanto medo do que ainda vai acontecer, tenho medo de ver que outra pessoa está ocupando o meu lugar, tenho medo do tempo passar tão rápido a ponto de me fazer esquecer o nosso passado.
Finjo não me importar, finjo estar feliz, dou risada mesmo quando o que eu quero é me desmanchar em lágrimas. Finjo ser uma pessoa forte, mas que no fundo é tão fraca quanto uma borboleta que acabou de sair de seu casulo.
Não quero mais mentir pra mim, não quero fingir ser algo que não sou. Mas o que posso fazer? As situações me forçam a ser assim, e o Oscar de melhor mentirosa vai para mim.


m.

Nenhum comentário:

Postar um comentário