quinta-feira, 27 de maio de 2010


Nunca mais sequer falei contigo.

Não sei se estás bem, não sei se ainda pensas em mim.

Será que fui algo pra ti? Sinceramente acredito que não.

Fui mais uma no teu jogo de mentiras e doces ilusões.

Durante todo esse tempo, quase um ano desde a tua partida, tudo o que eu fiz foi procurar o motivo do nosso fim.

Onde foi que eu errei? Porque você fez isso comigo?

Você me fez chorar mesmo sabendo o quanto eu te amava.

Acho que é só da sua natureza, mentir, enganar, iludir.

O errado é você, não eu. E é nisso que eu tento acreditar todos os dias.

m.

Nenhum comentário:

Postar um comentário