segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Love? No. Not for me


Hoje chove e faz frio, é a semana em que o inverno se despede.
E a minha estação favorita não poderia ter achado uma maneira melhor de se despedir.
Sinto a liberdade em cada vez que respiro e encho meus pulmões desse ar úmido e gelado, e esse ar de liberdade é tão bom. Me parece tão vital. Cada vez mais, tenho certeza que é isso que eu estava procurando.

Não era um alguém que eu queria durante todo esse tempo, era algo mais, era esse gosto de poder fazer tudo o que eu quiser sem ter que dar satisfações á ninguém.

É, estou bem hoje, já não me importa esse tédio absoluto que me cerca, não me importa a falta de acontecimentos em minha vida e não me importa a minha não safisfação com tudo isso. Até porque acho que nem é tão ruim assim, é que eu invento a maioria dos problemas pra ocupar a minha cabeça, pra ocupar o meu tempo ou até mesmo o meu coração.

Vazio.


m.

Nenhum comentário:

Postar um comentário