terça-feira, 19 de outubro de 2010

I just realised I like you


Eu e você. Tão diferentes e tão iguais ao mesmo tempo.
Eu com minhas opiniões formadas sobre tudo, você sempre tão revoltado e discordando de tudo que eu digo.
São caminhos tão opostos, seguimos rumos diferentes, tão perto e ás vezes tão longe.
Por vezes nossos caminhos estranhamente se cruzam, e levam sempre ao mesmo lugar, um certo ponto sem sinalização alguma, cheio de nevoeiro onde eu não posso ver mais nada.
Por medo, nós resolvemos sempre parar e voltar para onde nossos caminhos são se cruzavam.
E então dentro de mim continua o mesmo medo de ver o que há por trás das nuvens, e também a vontade de conhecer o que há ali, a minha curiosidade me move, mas só ela não é capaz de me fazer ver. Preciso de algo que só existe em ti, é algo diferente, é algo que nunca vi em outro alguém.
Eu não sei se o que eu vou ver vai ser um abismo, um campo florido ou apenas mais uma estrada sem fim. E nem me importo também, pois a partir de agora meu caminho anda junto do teu.
E só isso importa.

m.

Nenhum comentário:

Postar um comentário