sábado, 21 de abril de 2012

Festim.

  Só de pensar em me afastar de ti, eu sofro. É triste a despedida, mesmo que haja data marcada para o próximo encontro. E o que você me causa é perfeitamente inenarrável, é a inconstância do Outono, é o frio e ás vezes o calor. Por vezes nem frio, nem calor. Ameno.
  Se não fosse inenarrável, eu daria um jeito de acabar com esses quilômetros de distância, e acabaria com toda a dor. Como quem toma um analgésico para curar uma dor de cabeça.

m.

Nenhum comentário:

Postar um comentário