quinta-feira, 27 de setembro de 2012

The opposite dark side

Era a doçura diluindo a minha amargura e eu não sabia. Era o chegar da primavera, mas eu não estava pronta para florescer. Era o tédio da rotina casa/aula/você e eu, mas eu queria quebrar o corriqueiro. Era o "eu te amo" previsível e eu, ah, eu amava o suspiro que a surpresa me proporcionava. Amava o silêncio das coisas não ditas. Odiava o fato de você ser tão decifrável. Sempre tão perto e eu amava a solidão. Era a quentura, mas eu, fria, precisava de frio. Era a praia, a piscina, a cachoeira, ano inteiro em carnaval e eu desejava neve no natal.
Era o oposto, o verso, o inverso, o total contrário, contraposto, invertido, do lado errado. Me parecia desastre, mas era o equilíbrio que faltava em mim.


E eu, eu amava estar no olho do furacão.

m.

Nenhum comentário:

Postar um comentário