terça-feira, 27 de novembro de 2012

Escrita automática.

Transformar-te em um texto rabiscado, com ortografia errada, não respeitando parágrafos ou linhas. Cheio das minhas metáforas indecifráveis. Inverter o começo, meio e fim. Apagar o fim, reviver mil vezes o começo, continuar para sempre no meio. No ápice do sentir.
Queria transformar-te em um texto só para apagar-te da minha cabeça quando eu bem entendesse.

m.

Nenhum comentário:

Postar um comentário