terça-feira, 23 de abril de 2013

Síntese.

Ainda que vazia seja a tua ausência
E que eu chore cada vez que pensar nisso
Em paz está meu coração comigo mesma
Tenho em mim a tese de que os dias negros passarão
Na mesma medida que você permanecerá
De tristezas e amores meus dias serão
Até que você volte e acabe com  essa alternância
E que eu não mais precise viver essa eterna antítese
De amor e distância.

Nenhum comentário:

Postar um comentário