terça-feira, 30 de julho de 2013

Delta Aquarídeas

Afastados da cidade barulhenta e exageradamente iluminada
Sob o céu de inverno limpo e ameno de chuva de meteoros
Madrugada de domingo quase fria e você sempre estava tão quente
Eu respirava tão rápido e minhas mãos estavam frias como sempre.

Agora a galáxia era a nossa enorme casa
E nós poderíamos explorar constelações, planetas, supernovas...
Seria só eu, você e o universo conspirando a nosso favor.

Naquele momento eu poderia pedir qualquer coisa para a estrela-cadente
O mais certo foi pedir pra que aquele momento nunca, nunca, nunca
Findasse.





Nenhum comentário:

Postar um comentário