quinta-feira, 20 de março de 2014

Manteiga derretida

Eu choro pelo leite derramado
Faço drama e perco a calma.
Eu choro por antecedência
Pelo passado
E pelo perdido.

Eu choro quando vejo os outros chorando
Choro mais do que choveu hoje
Sem motivo
Sem causa.

Transbordo tanto que sai pelos olhos
Até se estou feliz, é demais pra mim
Choro por tudo
E por nada.