segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Let's let it all wash out in the rain

Algumas manhãs são tão lindas
Que tanto me dói
Ter tanto compromisso
Um dia tão corrido
Tanta falta de tempo
Pra parar e observar
Todo esse céu em alento
Ou a chuva fina no telhado
Que até a alma gela.
O vidro do carro embaçado
Aquela pequena eternidade
Dos seus olhos sorrindo pra mim

Como a delicadeza dos pingos
Caindo e escorregando na cama.
Mas a correria não dá trégua
E o banho de chuva, que pena
Sempre fica na espera.


Nenhum comentário:

Postar um comentário