terça-feira, 23 de setembro de 2014

Tudo nesse dia empalideceu
Dissolveu-se em neblina, cobrindo
Todas essas árvores pedindo primavera
E o inverno dá seu último adeus
Desculpando-se por não comparecer.

E coitada de mim, logo hoje
Queria tanto me colorir...
Nas unhas verde jade
Na boca vermelho escarlate
Mas como a névoa e  a chuva fina
Cinza sou, cinza permanecerei.

Nenhum comentário:

Postar um comentário